Dpjo

Os dois extremos da reabsorção dentária fisiológica em decíduos com ou sem o sucessor

Alberto CONSOLARO, Moacyr Tadeu RODRIGUES, Renata Bianco CONSOLARO, Giovana Gonçalves MARTINS

Introdução: A partir de duas imagens radiográficas, revelam-se duas situações extremas distintas de reabsorção dentária fisiológica próprias dos dentes decíduos com e sem o sucessor permanente por anodontia parcial. Discussão: Todos os dentes decíduos iniciam a rizólise depois de completada a formação, graças à apoptose de suas células. Sem cementoblastos, a raiz, focalmente desnuda pela apopto-se cementoblástica, inevitavelmente inicia a rizólise, que será acelerada pelos mediadores advindos do folículo pericoronário. Quando não houver o sucessor permanente por anodontia parcial, a rizólise fica muito lenta e, meses depois, sem os restos epiteliais de Malassez mortos por apoptose, a anquilose alveolo-dentária se estabelece e o dente será gradativamente substituído por osso, ainda dentro de um contexto fisiológico. Conclusão: A rizólise e a reabsorção dentária fisiológica podem ser rápidas ou lentas, precoces ou tardias, e isso depende da presença ou ausência do dente permanente, por anodontia parcial.

Palabras Clave: Dente decíduo. Rizólise. Anquilose alveolo-dentária. Reabsorção por substituição.

Cómo citar: Consolaro A, Rodrigues MT, Consolaro RB, Martins GG. The two extremes of physiological tooth resorption in primary tooth with or without the permanent successor tooth. Dental Press J Orthod. 2021;26(6):e21ins6.

jueves, 19 de mayo de 2022 21:51