Jcdr

Performance clínica das resinas compostas bulk fill de baixa e alta viscosidade: 6 meses de acompanhamento

Marilia Velo, Natália Almeida Bastos, Maria Angélica Sivério Agulhari, Tamires de Luccas Bueno, Juliana Fraga Soares Bombonatti, José Mondelli

As resinas compostas do tipo bulk fill parecem ter a vantagem de serem introduzidas na espessura de 4 mm sem sofrer os efeitos adversos gerados pela polimerização e adaptação na cavidade. Clinicamente, os dentes amplamente destruídos são facilmente restaurados, reduzindo-se o tempo clínico. O presente relato de caso avaliou o desempenho clínico de duas cavidades de Classe I restauradas com resinas bulk fill de baixa e de alta viscosidade. Paciente do sexo masculino, 15 anos de idade, procurou o Departamento de Dentística, Endodontia e Materiais Odontológicos da Faculdade de Odontologia de Bauru/SP, Universidade de São Paulo, após tratamento ortodôntico, para tratamento restaurador. No caso 1, observou-se clinicamente que a superfície do esmalte oclusal estava ligeiramente desmineralizada e com uma sombra subjacente, sugerindo cáries ocultas. O plano de tratamento incluiu a remoção do tecido cariado e restauração com a bulk fill sob isolamento absoluto, obedecendo a todos os procedimentos para uma restauração adesiva. O esmalte e a dentina foram condicionados com ácido fosfórico a 37% (FGM) e o sistema adesivo convencional de três etapas (Adper Scotchbond Multi-Purpose, 3M ESPE) foi aplicado. A restauração foi realizada com a resina nano-híbrida bulk fill de baixa viscosidade (3M ESPE), cor A2. No caso 2, o dente #36 foi restabelecido utilizando-se os mesmos procedimentos previamente descritos. A confecção da restauração foi realizada com a resina bulk fill de alta viscosidade Filtek Supreme (3M ESPE Joinville, Brasil) colocada em duas camadas de 2 mm de espessura. Após 6 meses, as restaurações apresentaram bom aspecto clínico, ausência de acúmulo de biofilme e desgaste abrasivo, sugerindo um desempenho promissor desses novos compósitos.

Palavras-chave: Restauração dentária permanente. Resina composta. Polimerização.

Como citar: Velo M, Bastos NA, Agulhari MAS, Bueno TL, Bombonatti JFS, Mondelli J. Clinical performance of low and high-viscosity bulk fill resin composites: Six-month follow-up. J Clin Dent Res. 2017 Oct-Dec;14(4):58-65. DOI: https://doi.org/10.14436/2447-911x.14.4.058-065.oar

Friday, January 19, 2018 05:17